20/11/2014

Revisão dos 24000km da Honda PCX

Com o conta-quilómetros já a marcar contabilizar 25082km a pequena PCX voltou à oficina do representante Linhaway para fazer a primeira das "grandes revisões" (grande na factura, entendasse) nas quais é efectuada a substituição da correia do variador.
Para além da já referida correia e da natural mudança de óleo, foram ainda substituídas as cunhas deslizantes (conjunto de três, identificadas na imagem) por já se encontrarem desgastadas, o filtro do ar, a vela e a lâmpada da matrícula que estava fundida, foram também acrescentados 200ml de anti-congelante ao circuito de refrigeração, o que totalizou uma valor de 178.76€ para esta intervenção (com duas horas de mão-de-obra cobradas).
Os roletes ainda não foram substituídos desta vez por ainda estarem em condições para cumprir a sua função, a verificação é feita de 12 em 12 mil quilómetros o que adia a substituição dos mesmos para a intervenção dos 36 mil (ao ritmo actual... para o ano por esta altura).
E está assim a PCX pronta para fazer frente às agruras do Inverno que parece que finalmente chegou... à ida e ao regresso da revisão, as semelhanças com uma moto d'água saltavam à vista.

10/11/2014

Dunlop Sport BluResponse

Sempre na medida original (195/60R15), os novos BluResponse vieram substituir o primeiro par de Yokohama C.drive 2 que havia adquirido para o Corolla há pouco mais de 60 mil quilómetros, destes, 41 mil foram feitos no eixo dianteiro.
A escolha dos Dunlop foi apenas por querer verificar/experimentar o anunciado pela marca para este modelo de pneu, classe A na performance em piso molhado e classe B na economia de combustível, o que, quando comparados com os Yokohama de classe C e F respectivamente deverá ser uma diferença bem notória. No ruído a vantagem também é clara para a nova aquisição, já no parâmetro do desgaste, as comparações que encontrei colocavam ambos a um nível muito próximo.
Como de costume, os pneus novos ficaram a rolar no eixo traseiro, passando os já rodados para o eixo dianteiro, a fim de maximizar a aderência em piso molhado.
Aos 179367km um par de pneus, com montagem e substituição das válvulas, alinhamento da direcção e equilíbrio das quatro rodas, totalizou 199.75€
Para quem quiser ter uma ideia da potencial redução no consumo (e, por consequência, na despesa) ao optar por escolher pneus com índice energético superior da etiqueta de pneus da UE, pode utilizar a calculadora disponível.

E soou o aviso da comutação automática

Após já ter feito dois anos e ter percorrido mais de 50 mil quilómetros, eis que foi novamente realizada uma tentativa para resolver o "problema" do sistema de GPL não comutar para gasolina quando acabava o gás.
Há que dizer em abono da verdade que, esta situação não ficou resolvida mais cedo por falta de vontade do instalador, a Front Fuels, e sim por uma sequência de avanços e recuos nas marcações das visitas, maus timings e incompatibilidades de horários de ambas as partes, juntos com o facto de não ser nada realmente problemático, a ponto de só agora ter ficado resolvido.
Sim, de facto ficou resolvido com uma nova actualização de software ficando o sistema a funcionar devidamente. Agora, com um aviso sonoro e um piscar do último led do comutador, avisa que o GPL no depósito já não chega para manter o motor a funcionar, passando a consumir gasolina de forma imperceptível no que toca ao comportamento do quatro cilindros.

Após instalação da nova programação na unidade de comando do sistema LPi, o motor parecia ter um funcionar mais suave do que nos últimos meses, o que, aparentemente, não será apenas uma impressão minha e sim fruto da actualização.

06/11/2014

178947

A este número aparentemente aleatório do conta-quilómetros corresponde o total de 50 mil quilómetros percorridos usando GPL como combustível.
Apesar da distância já começar a ser considerável, até como demonstração da fiabilidade do sistema LPi da Vialle, o valor da instalação ainda não está "recuperado", fruto dos consumos algo contidos do motor do Corolla (7.75l/100km), o que será consumado em cerca de mais 4066km. 
Em breve (mais 4 mil quilómetros) será altura de nova revisão, na qual será medida a folga das válvulas, avaliando então a eficácia do sistema de injecção líquida, em conjunto com a "lubrificação de válvulas" por injecção de gasolina, no que toca ao evitar o desgaste prematuro das válvulas e das suas sedes.