17/11/2012

Revisão aos 137mil quilómetros

A percorrer uma média de 460km/semana chegou a altura de nova revisão ao Corolla, desta vez aos 137237km, segundo o plano de manutenção da Toyota esta é apenas um serviço de mudança de óleo.
ainda faziam mais uns milhares
limpeza dos cubos
A conselho do mecânico foram trocados os discos e as pastilhas do eixo traseiro, o conjunto montado era da marca Blue Print (marca do grupo Febi Bilstein), foi trocado o óleo dos travões/embraiagem e lavado o depósito.
O óleo de motor colocado é também da Febi, sintético, com a graduação 5W30. Esta é a viscosidade recomendada pela Toyota para estes motores (3ZZ-FE), apesar de em Portugal ser, regra geral, colocado o 10W40 nas revisões efectuadas nos concessionários da marca. A vantagem deste novo óleo em comparação com o anterior deverá ser notória num arrancar a frio mais fácil e numa pequena redução dos consumos, algo que, só daqui por alguns depósitos de GPL se poderá confirmar.
Foi também lubrificado o actuador da embraiagem que rangia, algo que parece ser um ruído crónico destes Corollas, o actuador foi limpo e posteriormente lubrificado com massa de cobre. Problema resolvido! O transporte do dia-a-dia está pronto para mais 15 mil quilómetros ou um ano (pela média da distância percorrida nas últimas semanas, para os finais de Junho, princípios de Julho, farei a próxima já na casa dos 152 mil quilómetros).
resultado final
Custo do óleo, do óleo dos travões, dos discos e das pastilhas, 94,91€.
Por resolver está ainda a questão da comutação automática para gasolina quando o depósito de GPL chega ao fim, apesar da boa vontade do instalador e da actualização de software do sistema da Vialle, este continua a não comutar. A situação foi reportada e espera-se uma resposta do fabricante do sistema de GPL.
Ainda falando do GPL, derivado das últimas variações de preço dos combustíveis (gasolina e gasóleo desceram na casa dos 10 cêntimos e GPL a subir na ordem dos 6 cêntimos), a poupança por quilómetro baixou dos 47% para os 39%, uma diferença que atrasa a recuperação do valor investido na instalação, mas ainda assim, compensa comparativamente até a um carro movido a gasóleo.
Até agora foram percorridos a GPL 8847km ao longo de quatro meses e meio, totalizando uma redução de despesas em combustível de 417,54€. Falta recuperar 1919,46€ (recuperados em aproximadamente 40500km).
eliminação do ranger da embraiagem


Todo o trabalho foi realizado na oficina SMARTinho.

Enviar um comentário