21/04/2016

Substituição das pastilhas de travão da PCX

Ao fim de 37345km as pastilhas de travão da PCX tiveram que ser substituídas.
Já haviam, na revisão anterior, chamado a atenção que as pastilhas iriam ser trocadas, só não foram porque... ainda eram as de origem e seria natural que aguentassem até à revisão seguinte (mais quatro mil quilómetros, que acabaram por percorrer, mesmo se foram substituídas antes da revisão). 
O valor pago pelas pastilhas de marca EBC na Motoclasse foi de 11,35€.


O processo de substituição das pastilhas é relativamente simples. Basta remover os dois parafusos, indicados com as setas maiores na foto ao lado, a fim de soltar a maxila para a remover.
Desapertar o parafuso, marcado com uma seta menor na foto, para libertar e conseguir tirar as pastilhas em fim de vida.
Recolher os três êmbolos do sistema (dois funcionam quando se acciona o travão dianteiro e um é accionado quando se trava com o traseiro, fruto do sistema de travagem combinada CBS).
Tomando atenção à correcta posição da mola no interior da maxila, colocar as pastilhas novas e inverter o processo para correcta fixação da maxila.

Nota: imediatamente após terminar a montagem e verificação dos apertos e antes mesmo de tirar a scooter do descanso, deverá ser accionado o travão dianteiro algumas vezes a fim de eliminar a folga que ficou entre as pastilhas e o disco, vai ser notório que nas primeiras duas a três vezes que se acciona a manete de travão dianteiro este vai ter um comportamento "esponjoso", comportamento esse que ira desaparecer de seguida voltando a manete a ter a mesma "sensibilidade" que anteriormente à intervenção.
Enviar um comentário