14/09/2013

Test ride: Honda NC700X

Mais um test-ride realizado graças à Lopes e Lopes, desta vez pude experimentar a Honda NC700X, o motociclo mais vendido no país e que, em breve, deverá ser revisto pela Honda.
A primeira impressão é que a versão X da NC é demasiado alta para a minha estatura, facto que é compensado pelo centro de gravidade bastante baixo, facilitando o equilíbrio em manobras a baixa velocidade.
Com motor bicilíndrico de 670cc consegue obter consumos muitos simpáticos fazendo da NC um máquina bastante boa para quem abdica das quatro rodas em favor das duas estando já a progredir na cilindrada e potência. O motor pode desapontar por não ser um verdadeiro motor de mota devido a ter um regime de rotação semelhante ao de um automóvel (para quem vier de uma mota convencional vai precisar de alguma habituação), por outro lado, consegue-se rolar a velocidades bastante baixas com mudanças altas evitando as constantes passagens de caixa fruto o binário generoso que o motor disponibiliza desde baixas rotações.
A protecção aerodinâmica é aceitável assim como o conforto a nível do banco, mas em viagens mais longas será de esperar algum desconforto (inclusivamente para o pendura), o met-in, o espaço de arrumação no local usual do depósito de combustível, pode revelar-se bastante prático se bem que limitado para a arrumação de alguns capacetes de forma menos convencional.
Pessoalmente preferiria a versão S da NC, por ser uma naked e por ser mais baixa que a X, talvez posteriormente consiga um test-ride de uma S.
Enviar um comentário